foto Tangerina Bruno - Escada .jpg

TANGERINA BRUNO (1993, Porto Ferreira - SP).

Vivem e trabalham (live and work in) em Porto Ferreira, São Paulo, Brasil.

Cirillo e Letícia são irmãos gêmeos e formam o duo Tangerina Bruno. Nasceram em 1993 na cidade de Porto Ferreira, interior de São Paulo, onde vivem e trabalham. Os irmãos criam pinturas figurativas em acrílica sobre tela, com interesses gráficos e narrativos, a partir de sentimentos e percepções acerca das questões que os atravessam. A produção do duo se inicia em 2013 e a partir de 2018, começam a também desenvolver trabalhos em outras linguagens, como a escultura, objeto, fotografia, desenho e animação. Assinam com seu sobrenome, Tangerina Bruno.

Dentre as participações em exposições, destacam-se as individuais "Estados Cotidianos" na Galeria Kogan Amaro e "Piruá" no Centro de Arte Contemporânea W e coletivas em instituições como o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e o Museu de Arte de Ribeirão Preto, no espaço Auroras em São Paulo, o FAMA Museu, a Mostra de Artes da Juventude (Sesc) e salões como o Novíssimos (Galeria IBEU) e o Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto. Na "Mostra Museu" foram premiados na categoria Pintura. Possuem obras no acervo do MAM Rio – Coleção Gilberto Chateaubriand, FAMA Museu e Ar: Acervo Rotativo.

A formação dos irmãos se deu através de cursos livres, como aulas de pintura com o artista Manoel Veiga e grupos de acompanhamento e interlocução como o Artistas na FAMA com orientação de Katia Salvany; o Ciclo Jundiaí no Sesc, com orientação de Ana Paula Cohen, Thiago Honório e Andrey Zignnatto; o Grupo de Estudo e Produção de Arte Contemporânea no Instituto Tomie Ohtake com orientação de Paulo Miyada e Pedro França e acompanhamento com o crítico Mario Gioia em Ribeirão Preto.

[EN]
Cirillo and Letícia are twin siblings and form the duo Tangerina Bruno. They were born in 1993 in Porto Ferreira, a small town in the state of São Paulo, Brazil, where they live and work. The siblings create figurative paintings in acrylic on canvas, with graphic and narrative interests, based on feelings and perceptions about the issues that cross them. The duo's production begin in 2013 and from 2018 onwards, they also begin to develop works in other languages, such as sculpture, object, photography, drawing and animation. They sign with their surname, Tangerina Bruno.

Highlights from their solo exhibitions includes “Everyday States” at Kogan Amaro Gallery and “Piruá”, at Centro de Arte Contemporânea W and group shows in institutions such as Museum of Modern Art of Rio de Janeiro, Museum of Art pf Ribeirão Preto, Auroras, in São Paulo, Mostra de Artes da Juventude (Sesc) and art salons like Novíssimos (Galeria IBEU) and Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto. At "Mostra Museu" they were awarded with the Painting Award. They have works in the collection MAM Rio – Coleção Gilberto Chateaubriand, FAMA Museum and Ar: Acervo Rotativo.
 

The twins education took place through free courses, such as painting classes with the artist Manoel Veiga and artistic accompaniments and groups such as Artistas na FAMA, guided by Katia Salvany; Ciclo Jundiaí at Sesc, with guidance by Ana Paula Cohen, Thiago Honório and Andrey Zignnatto; Contemporary Art Study and Production Group at Instituto Tomie Ohtake, with guidance by Paulo Miyada and Pedro França and artistic accompaniment with guidance by critic Mario Gioia in Ribeirão Preto.

IMG_1441-sRGB-med_edited_edited_edited.jpg

ENTREVISTAS (Interviews)

Podcast Galeria Kogan Amaro, 2020

Tv Brasil, 2020

Porto de Memórias, 2021

Galeria Kogan Amaro, 2020

Mostra de Arte da Juventutude, Sesc Ribeirão Preto, 2019

eptv.jpg

Eptv, 2015

2020. Entrevista para (interview for) Zé Ronaldo
          - Destaques da Semana no Mundo da Arte Contemporânea

2020. Entrevista para (interview for) Cynthia Garcia, New City Brasil
          - Homebodies: Art Twins Tangerina Bruno Are the Stars in Their Paintings

2019. Entrevista para (interview for) Tatiane de Assis, Arte ao Redor, Veja São Paulo
          - Quem são os gêmeos por trás das telas cheias de suspense do interior de SP