06e6eb666ef934694dcab57e26be488fj_edited_edited.jpg
06e6eb666ef934694dcab57e26be488fj_edited_edited.jpg
06e6eb666ef934694dcab57e26be488fj_edited_edited.jpg
06e6eb666ef934694dcab57e26be488fj_edited_edited.jpg
06e6eb666ef934694dcab57e26be488fj_edited_edited.jpg
06e6eb666ef934694dcab57e26be488fj_edited_edited.jpg

Série Comezinho, 2020

35 x 35 cm

acrílico, impressão mineral sobre papel algodão

Comezinho é uma palavra incomum para descrever o que é corriqueiro, cotidiano, particular ao modo de vida doméstico.

 

Nessa série fotográfica, buscamos capturar momentos efêmeros do dia-a-dia banal, que percebemos como belas composições, como se fossem naturezas mortas. Em trânsito pela casa e de frente a essas cenas, buscamos registrar o que nos toca nesses cenários, que logo serão desfeitos conforme a casa segue seu curso.

Abaixo de cada fotografia, a escrita surge como pequenos poemas, cujos jogos de palavra remetem a expressões populares e a um verbo ou ação retratados nas fotografias.

Cor, Forma e Existência #2

Série Comezinho, 2020
35 x 35 cm
acrílico, impressão mineral sobre papel algodão

Cor, Forma e Existência #4

Série Comezinho, 2020
35 x 35 cm
acrílico, impressão mineral sobre papel algodão

Cor, Forma e Existência #11

Série Comezinho, 2020
35 x 35 cm
acrílico, impressão mineral sobre papel algodão

O poema “XXVI” de Alberto Caeiro inspirou os títulos da série “Comezinho” - é daí que vem o “Cor, Forma e Existência” que acompanha cada trabalho.

A interpretação que Marília Gabriela faz de “XXVI” nos emociona, toda vez.

Essa série também se desenvolve em desenho.

sem título, 2020

Desenho a grafite sobre papel algodão

61 x 34 cm

Cor, Forma e Existência #4, Série Comezinho, Tangerina Bruno (2) corte.jpg